A magia das esferográficas

Com apenas duas canetas esferográficas – uma azul e uma vermelha – e folhas pautadas de música, Vanessa Prager cria desenhos que combinam simplicidade e sofisticação para contar narrativas inacabadas.

Sua ideia é deixar espaços que serão preenchidos pelo espectador, jogando com variadas emoções e memórias que você também pode experimentar:

+ Informações

Vanessa Prager