Vítima de paralisia infantil, paciente cria série de animação dentro do Hospital das Clínicas, em São Paulo

“Ao colocar as histórias das nossas vidas, minha ideia é que as crianças possam assistir e aprender que o deficiente, numa cadeira de rodas, não é tão diferente assim. As histórias também contam sobre passeios que fiz ao Playcenter, ao circo, por exemplo”, conta o animador, que já roteirizou mais de cinco histórias e disponibilizou o projeto no Catarse, site para arrecadação de fundos.