Teias de aranha remendadas

Ter a natureza como parceira artística é um privilégio de poucos artistas. Nina Katchadourian faz parte dessa lista ao remendar teias de aranha quebradas com linha vermelha. A série faz parte de um projeto maior, Uninvited Collaborations with Nature. Confira as suas intervenções.

Borboletas quebradas

A artista holandesa Anne ten Donkelaar criou uma série bem curiosa a partir de borboletas “danificadas”. Num esforço de imaginação, ela reconstituiu algumas borboletas que encontrou por aí com diversos materiais, incluindo linha, pregos, mapas, raízes de plantas e até ouro. Clique e confira os estranhos resultados de sua empreitada artística.

Arte em uma linha

Com apenas uma caneta na mão, paciência e talento, Reddit Renbo consegue fazer algo impressionante: desenhar retratos de personalidades usando apenas uma linha contínua. O cara é tão bom que disse não tentar deixar a caneta fora do papel, a não ser que a sua mão esteja realmente cansada. É ou não é impressionante?

Desenhos bordados

Numa época em que o trabalho manual perde cada vez mais espaço para tecnologias que facilitam a produção visual em massa, Izziyana Suhaimi faz questão de reafirmar o valor dos métodos mais artesanais de criação. Sua obra é focada na combinação de diferentes meios artísticos – mais notadamente o desenho e o bordado, com belos…

A dança de Jose Romussi

E não é que a moda está pegando? Depois de mostrarmos os trabalhos de intervenção em fotos de María Aparicio Puentes, Shaun Kardinal e Maurizio Anzeri, chegou a vez de Jose Romussi, chileno que trilha caminhos semelhantes no uso de agulhas e linhas. Sua peculiaridade em relação aos demais é o enfoque dado a bailarinas…

Retratos de crochê

Com as técnicas do crochê tradicional, é possível criar toalhas de mesa, peças de roupa, acessórios, colchas de cama e o que mais você imaginar. No caso de Jo Hamilton, podemos engordar a lista de possibilidades com – pasme – retratos artísticos. Hamilton aprendeu o crochê com sua avó, quando ainda era pequena. Com o…

Retratos com prego e linha

Hoje, tudo está na rede. Ou melhor, nas redes. Numa época em que podemos construí-las e dissolvê-las com um clique – redes de amigos, de colegas profissionais, de veículos de informação e do que mais você imaginar –, nos tornamos um ponto de entrada para muitas delas. Nós próprios nos tornamos redes. Essa é uma…

Autorretrato às cegas

Blind Self Portrait é um interessante projeto de Matt Mets e Kyle McDonald, em exposição no NYC Resistor Interactive Show. A ideia consiste no seguinte: você coloca a mão sobre uma plataforma de madeira enquanto segura uma caneta, e deixa um computador mapear seu rosto. A máquina processa seu retrato em linhas e começa a…

Instalações na floresta

Você talvez se lembre do trabalho de Gabriel Dawe, mexicano que cria incríveis instalações com linha colorida. Pois basta fazer uma transposição da ideia para entender a obra de Sebastien Preschoux, que não cria suas instalações em museus e galerias, mas em meio à natureza. Suas linhas coloridas formam tramas que abrangem árvores e arbustos,…

Foto e costura

Arquiteta de formação e pós-graduada em design urbano, María Aparicio Puentes acabou tecendo um caminho criativo autônomo, separado de sua educação acadêmica. A exemplo de artistas que já mostramos aqui na Zupi (como Shaun Kardinal e Maurizio Anzeri), a artista chilena emprega agulha e linha para intervir em fotografias em preto e branco. Mas, diferentemente…

A culinária de Ed Bing Lee

Trabalhando com fibras e linhas desde a década de 1980, Ed Bing Lee a princípio usava os materiais para tecer imagens bidimensionais. Segundo conta em seu site, o processo criativo com nós multicoloridos se aproximava, em certos aspectos, do pontilhismo de Seurat. Mas esse trabalho evoluiu cada vez mais para obras esculturais em três dimensões.…