A psicodelia de Megamunden

Megamunden é o nome do porftolio online do ilustrador londrino Oliver Munden. O inglês cria loucas ilustrações que estão divididas por entre murais, tatuagens e desenhos. Seus trabalhos são influenciados por criaturas da natureza, design de tatuagens, psicodelia e o skate nos anos 80. Grandes marcas como Nike e Levis já solicitaram seus serviços. Confira…

Mistérios matemáticos

Chiara Biancheri é uma arquiteta nascida em Gênova e apaixonada por artes digitais, especialmente arte fractal. Esta consiste em um tipo de criação utilizando funções matemáticas e transformando os resultados em imagens ou outro tipo de mídia. Produzindo em duas e três dimensões, a italiana explora a relação entre o fractal e a experiência prática,…

No mundo real

Benjamin Béchet, fotógrafo francês, deslocou personagens do mundo da fantasia e os levou ao mundo cão, junto ao protelariado e também à vida marginal. A série tem nome Je suis Winnie l'Ourson (Eu sou o Ursinho Pooh). Nela o Pato Donald vende flores a casais nas ruas, a Branca de Neve se exibe na calada…

Cinema de Rua

O designer Fábio Nikolaus e o cineasta Kico Santos apresentam com criatividade um Cinema de Rua. Os dois trabalharam juntos em uma produtora de vídeos corporativos e, já que não podiam registrar seus olhares durante o expediente, resolveram libertar suas ideias e gravar algumas experiências do cotidiano (cenas que os clientes nunca pediriam). E foi…

Traços de uma poesia

Ao terminar o jardim de infância, Jana Brike já sabia o que desejava para o futuro: queria ser pintora. A principío, as ilustrações dos livros infantis chamaram a atenção da artista que, um pouco mais tarde, dirigiu seu olhar para o Realismo Russo e as figuras bíblicas que apareciam nos postais que sua avó lhe…

Os azuis de Zain

A  vida urbana é assunto recorrente nas ilustrações da japonesa Zain. Vibrantes e ricas em detalhes, seus trabalhos representam a natureza com uma paleta de cores que deixa a obra respirar. Em contraponto, a vida na cidade é iluminada por um frio azul sobre claustrofóbicos cenários.   As imagens da artista já repercutiram na internet em…

Como uma brincadeira

Seja na infância ou até mesmo na vida adulta, duvidamos que nenhum filme da Pixar tenha marcado a sua vida ou simplesmente fisgado seus olhos por horas. Inspirado em encantadoras histórias como Procurando Nemo e Up – Altas Aventuras, Wonchan Lee criou posters minimalistas que, provavelmente, você irá descobrir o tema rapidamente como uma brincadeira.…

Esculturas flutuantes

Thomas Jackson quer falar tanto do medo quanto da fascinação sentida diante de organizações coletivas da fauna, como enxames, cardumes e revoadas. Ao promover os experimentos abaixo na série Emergent Behavior, ele inventa conexões entre o real e o manipulado. Jackson busca ligar, de forma inesperada, materiais e ambientes que não se pertencem. O americano…

Luz no papel

Para muitos de nós, o papel é apenas um material para desenhar ou escrever, mas para algumas pessoas como a nova iorquina Kirsten Hassenfeld ele pode ser muito mais que isso. Hassenfeld passou muitas e muitas horas cortando, dobrando e modelando  os diferentes tipos de papel, até que chegassem ao resultado desejado. Penduradoss no teto, eles…

E que loja de doces

Todos os dias nós acordamos mais velhos, mas ainda existem situações que nos fazem voltar um pouco para a infância. Pisar em uma loja de doces é uma delas. Qualquer criança, pequena ou grande, que estiver a passeio em Melbourne, na Austrália, ficará fascinada quando der os primeiros passo de entrada para a The Candy…

O gigante sábio chinês

Construída por Zhang Huan, esta escultura tem quase 10 metros de altura e representa um dos grandes pensadores chineses, Confúcio. É o chamariz da exibição denominada Q Confucius, que está aberta para visitação no Rockbund Art em Xangai. Na obra, ele está repousando em uma piscina na sala central da exposição e parece ter um coração pulsante e…

Casas em bonsais

O japonês Takanori Aiba nasceu em 1953 e fez carreira como ilustrador em uma revista de moda em Tóquio. Nos últimos 10 anos, Aiba decidiu se dedicar a outro tipo de arte, a construção de projetos arquitetônicos. Para isso, escolheu a árvore japonesa Bonsai e a pedra denominada Suiseki. Erguidas com materias tradicionais, como gesso…